Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Alunos do IFSP Guarulhos participam do Go Green in the City e ficam em segundo lugar

Última atualização em Sexta, 14 de Setembro de 2018, 08h51

Go Green in the City é um concurso global que é realizado pela Schneider Electric, uma empresa multinacional de origem francesa. São propostos 5 temas diversos relacionados a sustentabilidade e tecnologia, o projeto é feito em dupla, com um dos integrantes sendo obrigatoriamente mulher, o que é muito interessante, pelo fato da inclusão feminina.
Agora, vamos falar um pouco das nossas experiências de como foi produzir esse projeto. 
É super importante ter um propósito claro, pensar no que quer contribuir por meio dessa proposta, pensar no público alvo que você quer atingir. Muitas pessoas entram na competição procurando uma ideia mais simples e possível de ser executada, mas muitas vezes perdem a oportunidade de investir em uma solução que realmente acreditam. O mais importante é você e sua dupla acreditar realmente na ideia, e ir até o final, independente do que acontecer.
Outro ponto importante é a escolha da dupla, os grupos que foram mais longe são aqueles que estão mais conectados, aqueles que estavam na mesma universidade e que podiam ter mais tempo juntos. É importante escolher alguém que esteja na mesma sintonia que a sua, não que necessariamente pense igual, mas que tenha os mesmos objetivos. O projeto é cansativo e você vai ter vontade de desistir várias vezes por achar que seu projeto não é bom o suficiente, por isso é bom ter alguém do seu lado que te motive e que está disposto a te ajudar nos momentos difíceis, vai fazer toda diferença. E quanto mais coisas puderem fazer juntos, melhor, o segredo é sempre estarem discutindo todas as ideias propostas.
Enfim, foi uma experiência muito gratificante e enriquecedora. Esperamos que todos os alunos se inscrevam no próximo ano, porque além de ser possível se destacar no mercado de trabalho posteriormente, é um projeto que não apenas ajuda o desenvolvimento profissional, mas também, pessoal dos integrantes do grupo.
A gente ter passado na primeira fase do concurso, que escolheu as 5 melhores duplas de toda a América do Sul e na segunda fase, conseguindo o 2º lugar foi, com certeza, recompensador, e mostrou que somos capazes de chegar aonde desejarmos.
 34cf6c92 1c6d 4889 8832 3fafb87e13f5
Ariadne Namie Arimura (Aluna da Engenharia de Controle e Automação do 4º semestre do IFSP)
Lucas Baggio (Aluno de Engenharia de Controle e Automação do 4º semestre do IFSP)

registrado em:
Fim do conteúdo da página